Euro sob forte pressão

Compartilhar

1560906071-61b806eec2651fcf8facd4b4365cb09d_1200x1200_q90v3

Visão Fundamentalista e Técnica:

O euro caiu de forma drástica nesta terça-feira, impactada pelos comentários do presidente do BCE, Mario Draghi, em seu discurso dizendo que mais cortes nas taxas de juros continuam a fazer parte das medidas do Banco Central, deixando as portas abertas para mais estímulos, sinalizando que o banco irá se mexer caso a inflação não dê sinais de recuperação, e tudo isso sem contar com os decepcionantes dados macroeconômicos apresentados no dia.

Outro fator importante que auxiliou principalmente o fortalecimento da moeda americana, foi as notícias que indicam que os presidentes americano e chinês, Donald Trump e Xi-Jinping, concordaram em se reunir na próxima reunião do G-20, trazendo um misto de euforia e apreensão, diante da possibilidade de uma solução acerca da guerra comercial.

Hoje, o Federal Reserve (FED), terá sua reunião de política monetária. Os mercados esperam algumas mudanças, entre as quais a principal certamente seria algum sinal para o corte de taxas a partir de julho nos EUA. Porém, as vendas no varejo divulgadas neste final da semana passada podem manter os formuladores de políticas no modo ‘paciente’, o que acabará beneficiando ainda mais o dólar.

O par EUR/USD está sendo negociado abaixo da região de 1,1200, embora durante a sessão americana os touros até tenham tentado romper essa região em busca de um reteste na região de 1,12200, sem sucesso.

O par está agora abaixo de todas as suas médias móveis e os indicadores técnicos no gráfico de 4 horas retomaram seu declínio após uma recuperação modesta, mantendo suas inclinações negativas próximas aos níveis de sobrevenda, indicando que esse rali pode continuar durante as próximas sessões.

Hamilton Lopes

ANALISTA FUNDAMENTALISTA

HAMILTON REDONDO

Últimas Notícias