Análises NZD/USD – Dólar Neozelandês continua se beneficiando com manchetes comerciais sobre EUA-China

Par sob forte pressão de venda

10:59 22/11/2019

Compartilhar

eurusd 2211

Visões Fundamentalista e Técnica:

O EUR/USD caiu acentuadamente durante a sessão de quinta-feira (21), fazendo a mínima do dia em 1.1050, à medida que o Dólar se fortaleceu e os rendimentos dos EUA aumentaram, e as negociações comerciais EUA-China continuam a impulsionar o clima dos mercados.

A China convidou negociadores americanos para reuniões em Pequim, sugerindo que ainda existem alguns problemas a serem resolvidos. 

No início do dia, as atas da última reunião do Banco Central Europeu foram publicadas. Um pedido de paciência foi feito para permitir que as medidas adotadas em setembro funcionem na economia. Logo mais, Christine Lagarde estará falando pela primeira vez como presidente do BCE.

As perspectivas técnicas de curto prazo mostram o par sob forte pressão em meio a um Dólar mais forte, e depois de atingir uma alta de 1.1096, o mesmo caiu acentuadamente, fazendo a mínima em 1.1050. A imagem técnica ficou negativa no gráfico de 4 horas e no diário. O suporte à 1.1050 conseguiu manter a pressão de baixa até agora, mas uma quebra abaixo da zona mencionada abriria o caminho para a baixa de novembro de 1.0989.

Já pelo lado positivo, a resistência imediata é vista atualmente em 1.1088, seguida pela área de 1.1100. Porém, é necessário uma quebra acima da zona de 1.1175, alta mensal de outubro, para mudar o viés de longo prazo para o lado positivo.

HAMILTON REDONDO

Hamilton Lopes

ANALISTA FUNDAMENTALISTA

Últimas Notícias

Análises USD/CAD- Preços mais baixos do petróleo pesam sobre Dólar Canadense

Preços mais baixos do petróleo pesam sobre Dólar Canadense

15:00 21/11/2019

Compartilhar

usdcad 2011

Visões Fundamentalista e Técnica

O USD/CAD saltou para uma alta mensal durante o início da Sessão Europeia dessa quarta-feira (20), com os touros agora procurando estender o momento para além da região de 1.3300.

O par vem sendo negociado ao preço de 1.3302. Uma combinação de fatores alimentou o momento positivo, ajudando a finalmente superar a muito importante resistência formada pela média de 200 períodos, e o clima de risco – preços mais baixos do petróleo – apoia esse movimento positivo, pois o Dólar Canadense tem um forte apelo por commodities.

O presidente dos EUA, Donald Trump, alertou sobre mais tarifas nesta terça, se as negociações com a China falharem, o que desencadeou uma nova onda de aversão ao risco no comércio global.

Logo mais teremos os Índices de Inflação no Canadá, além da ata do FOMC, que contribuirá para a produção de algumas oportunidades comerciais significativas.

Com os riscos inclinados para cima, o próximo alvo dos touros está em 1.3340, seguido de 1.3400. Já por outro lado, com um fechamento abaixo da região chave em 1.3274 (média de 200), os ursos encontrariam apoio para trazer o preço a 1.3220.

Os indicadores técnicos operam em terreno positivo, sustentando esse viés de alta, e observa-se o RSI com espaço para ampliar esse rali, antes de chegar à zona de sobrecompra.

HAMILTON REDONDO

Hamilton Lopes

ANALISTA FUNDAMENTALISTA

Últimas Notícias

Análises EUR/USD – Ursos do par lutam pelo controle frente à ata do FOMC

Ursos do EUR/USD lutam pelo controle frente à ata do FOMC

14:52 21/11/2019

Compartilhar

eurusd 2011

Visões Fundamentalista e Técnica:

O EUR/USD está sendo negociado em 1.1058/60, tendo capitalizado algum ganho frente ao euro. O apoio do Senado dos EUA aos manifestantes de Hong Kong agravou as tensões com a China.

Os olhares agora mudam para o Banco Central dos EUA. O Federal Reserve divulga suas atas para a reunião de 30 de outubro (minuta do FOMC), e pode lançar luz sobre a política monetária futura. Entretanto, o FED cortou as taxas três vezes consecutivas, sinalizando uma pausa.

A ata pode mostrar se os membros que apoiam mais cortes têm mais peso que os que votaram contra os três cortes realizados.

O par aumentou sua queda depois de não conseguir manter o suporte formado pela linha de tendência de alta, perdendo o apoio das médias móveis de 100 e 200 no gráfico de quatro horas, o que reforça esse sinal de baixa. Por outro lado, o par está acima da média de 200 períodos, o que pode beneficiar o momento positivo.

O suporte imediato aguarda em torno da baixa diária de 1.1052/55, e uma linha de resistência do início de novembro, seguido perto por 1.1040, que se rompida abriria espaço para a próxima zona em 1.1015.

Já pelo lado positivo, resistência aguarda o preço em 1.1090, alta do início da semana. A linha também limitou o EUR/USD no início de novembro. É seguido por 1.1110.

HAMILTON REDONDO

Hamilton Lopes

ANALISTA FUNDAMENTALISTA

Últimas Notícias

Análises EUR/USD – Euro perde alavanca perto de 1.1090

Euro perde alavanca perto de 1.1090

14:43 19/11/2019

Compartilhar

eurusd 1911

Visões Fundamentalista e Técnica:

O EUR/USD continuou seu avanço pelo terceiro dia consecutivo na segunda-feira (18), atingindo uma alta de 11 dias em 1.0990, com o Dólar sob pressão em meio a relatos de que autoridades chinesas estão pessimistas sobre um acordo comercial com os Estados Unidos.

Será divulgado nessa terça-feira (19), o início de dados da habitação nos EUA em outubro, a começar pela Licença de Construção, com uma projeção menor do que a passada

A presidente do BCE, Christine Lagarde, deve discursar em Frankfurt neste final da semana. No entanto, o sentimento dos investidores provavelmente permanecerá impulsionado pelas manchetes das negociações comerciais EUA-China.

Ao olharmos no gráfico diário, veremos o par sendo negociado nesse início de Sessão Asiática em uma tendência de baixa, com os preços abaixo das médias móveis mais longas de 100 e 200 períodos, ambas inclinadas para baixo.

Já no gráfico de 4 horas, o par está sendo negociado perto da região de resistência em 1.1075 e acima das médias de 50 e 200 períodos. Se prosseguir o acompanhamento da semana passada, visto na segunda-feira (19), certamente essa correção atingirá os níveis de 1.1110 e 1.1150.

Por outro lado, a região chave de suporte está em 1.1064/65, que se quebrada, atrairia a atenção dos vendedores, levando o par a um reteste na região de 1.1030, seguido de 1.1015/20.

Os indicadores técnicos no gráfico de 4 horas operam de terreno neutro a positivo, porém sem força direcional nesse início da Sessão de Tóquio.

HAMILTON REDONDO

Hamilton Lopes

ANALISTA FUNDAMENTALISTA

Últimas Notícias

Análises USD/BRL – Dólar faz máxima histórica desde criação do Plano Real

Dólar faz máxima histórica desde criação do Plano Real

15:06 19/11/2019

Compartilhar

usdbrl 1911

Visões Fundamentalista e Técnica

O Dólar Americano fechou numa máxima recorde na segunda-feira (18), acima de R$ 4.2000 na venda, em uma sessão negativa para moedas emergentes, conforme pesaram dúvidas sobre a situação comercial entre Estados Unidos e China.

No Brasil, a força do Dólar foi amparada pela falta de expectativa de considerável ingresso de capital no curto prazo, pela frustração com a participação estrangeira no leilão do pré sal, e o mais recente episódio do julgamento no plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), sobre uma decisão que determinou o envio à corte de relatórios elaborados pelo antigo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF).

Na B3 ( Bolsa brasileira), em que os negócios com mercado futuro vão até às 18h15, o contrato de dólar fechou a R$ 4.2110.

A expectativa agora é que haja uma intervenção do Banco Central do Brasil, visando um freio nessa alta, trazendo a moeda americana abaixo da região de R$ 4.1900. Porém, dado ao otimismo do mercado, não será tarefa fácil.

No gráfico diário, os preços estão acima de todas as suas principais médias móveis – o RSI operando em terreno de sobrecompra e o MACD, bem com sua linha de sinal bem inclinada para o norte, sugerindo uma possível extensão do rali de alta à região de R$ 4.25, antes de uma possível retração.

Já pelo lado negativo, se a intenção do BC em intervir surtir algum efeito, uma perda da região poderia trazer o preço à região de R$ 4.1200, última vez vista em 4 de novembro desse ano.

 
HAMILTON REDONDO

Hamilton Lopes

ANALISTA FUNDAMENTALISTA

Últimas Notícias

Análises USD/JPY – Touros do Dólar permanecem na defensiva

Touros do Dólar permanecem na defensiva

11:29 18/11/2019

Compartilhar

usdjpy 1811

Visões Fundamentalista e Técnica

A moeda japonesa, considerada porto-seguro, permanece na defensiva nesse início de semana, sendo negociado até o momento um pouco acima da região de 109.00.

O par aumentou sua recuperação de baixa de quase duas semanas, onde encontrou suporte na linha de tendência de alta em 108.30, fechando a sexta-feira (15) acima de 108.80, ganhando alguma tração durante a Sessão Asiática dessa segunda-feira (18).

As novas manchetes positivas relacionadas ao comércio continuaram diminuindo a demanda por moedas de refúgios tradicionais, incluindo o iene japonês, e acabaram sendo um dos principais fatores que impulsionaram a moeda americana.

A sua resistência imediata está em 109.30, antes de atingir um ponto chave em 109.50, que se rompida, abriria as portas para 110.00.

Olhando fixamente para o sul, temos um ponto de suporte em 108.82/80, que aguarda qualquer fraqueza dos touros. Porém, uma fuga para o lado negativo está descartada por hora, baseando-se nas manchetes que envolvem o acordo comercial entre EUA e China, que podem continuar a influenciar a dinâmica dos preços do USD.

HAMILTON REDONDO

Hamilton Lopes

ANALISTA FUNDAMENTALISTA

Últimas Notícias

Análises GBP/JPY – Compradores do par podem se animar em torno da política britânica

Euro entra na Sessão Asiática sob pressão

11:10 18/11/2019

Compartilhar

gbpjpy 1811

Visões Fundamentalista e Técnica:

O crescente otimismo em torno da vitória dos conservadores nas eleições de dezembro do Reino Unido, juntamente com as manchetes positivas da frente comercial EUA-China, vem aumentando o apetite por ativos de risco. Com isso, o GBP/JPY volta da alta de vários dias para 140,58 no início da Sessão Asiática dessa segunda-feira (18).

O líder do Partido Brexit, Nigel Farage, retirou 43 candidatos adicionais dos distritos eleitorais em que os trabalhistas venceram, e com isso as chances da liderança dos conservadores após a eleição de dezembro aumentaram. As pesquisas mais recentes mostram mais de 40% dos eleitores apoiando o fato.

O par, no gráfico diário, mantém a consolidação entre os níveis de 139.29 e 140.88, formando um padrão gráfico de continuação (Retângulo de Alta), e essa quebra do preço em 140.20 mostra sua força para desafiar a alta de 141.51 de outubro.

Porém, uma possível retração abaixo de 139.29, suporte imediato, exporia 137.90. Entretanto, com os ânimos renovados, as moedas “porto seguro”, como o iene vem perdendo demanda, dificultando a ação dos ursos do par.

Os indicadores técnicos operam em terreno positivo, inclinando o risco para o lado positivo.

HAMILTON REDONDO

Hamilton Lopes

ANALISTA FUNDAMENTALISTA

Últimas Notícias

Análises EUR/USD – Euro entra na Sessão Asiática sob pressão

Euro entra na Sessão Asiática sob pressão

14:03 14/11/2019

Compartilhar

eurusd 1411

Visões Fundamentalista e Técnica:

O mercado aguardava ansioso o depoimento de Jerome Powell, presidente do FED, perante um Comitê do Congresso. Porém, as observações feitas mostraram tudo que o mercado já sabia e esperava: preocupações com a inflação baixa e os riscos vindos do exterior. Logo mais, a Alemanha lançará o seu Produto Interno Bruto do terceiro trimestre, visto em -0,1%, correspondendo à estimativa anterior. Já para a União Europeia, o PIB do terceiro trimestre é visto em modestos 0,2%.

Na América, serão publicados dados menores (IPP). Entretanto, vários membros do FOMC estão programados para falar, incluindo o vice-presidente, Richard Clarida, enquanto Powell repetirá seu testemunho.

Num olhar técnico, veremos o EUR/USD lutando com 1.1000, logo acima do retrocesso de 61,8% de seu rali de outubro, e o suporte-chave imediato está em 1.0990.

No gráfico de 4 horas, o par mostra um viés mais baixo, além dos preços sendo negociados abaixo de todas as suas médias móveis, com atenção especial à sua média de 20 períodos indo para o sul abaixo das maiores.

Os indicadores deslizam para níveis negativos, após outra tentativa fracassada de recuperar a vantagem.

Somando-se tudo, uma quebra abaixo do suporte mencionado acionaria os ursos a estenderem seu declínio para 1.0920.

Já pelo lado positivo, os níveis de resistência em 1,.1017/72, seguido de 1.1070, merecem um pouco de atenção.

HAMILTON REDONDO

Hamilton Lopes

ANALISTA FUNDAMENTALISTA

Últimas Notícias

Análises AUD/USD – Mudança de emprego na Austrália decepciona touros

Mudança de emprego na Austrália decepciona touros

13:46 14/11/2019

Compartilhar

audusd 1411

Visões Fundamentalista e Técnica

Depois de uma queda surpreendente na mudança de emprego na Austrália, o AUD/USD caiu para 0.6812 no momento da publicação nessa quinta-feira (14), chegando a fazer uma mínima parcial do dia em 0.6801.

O relatório de emprego de outubro na Austrália emitiu sinais negativos, com a muudança de emprego caindo para -19K, contra + 15K esperados. Além disso, a taxa de desemprego correspondia a um aumento antecipado de 5,3%, ante 5,2%.

O par apresenta um viés baixista, com expectativa ampliação do rali para a região de 0.6750. O preço está abaixo de suas principais médias, o que reforça a possibilidade da queda.

Porém, uma quebra decisiva se daria na região de 0.6800, em busca de 0,.6750. Caso essa quebra seja frustrada em 0.6806, é menos provável que os preços registrem muito impulso para o lado negativo.

Um ânimo extra é esperado com a divulgação dos dados chineses, além das negociações comerciais entre EUA e China, o que poderia atrair novamente a atenção dos touros para olhares para a região entre 0.6770 e 0.6900 (alta do final de outubro).

HAMILTON REDONDO

Hamilton Lopes

ANALISTA FUNDAMENTALISTA

Últimas Notícias